oficina para mulheres papel-caneta-e-um-cafe-diabeticos-e-celiacos-podem-participar

Diabéticas e Celíacas podem participar?

É claro que sim! Todas são bem-vindas na oficina Papel, Caneta e um Café!

A oficina de escrita pode sim ser uma ótima ferramenta para nos ajudar a fazer as pazes com a comida e com o corpo. Não é contra indicada para diabéticos, celíacos ou qualquer pessoa que tenha uma doença crônica.

Ressignificar é um método utilizado em neurolinguística para fazer com que pessoas possam ser capazes de atribuir um novo significado a uma situação ou acontecimento. Em nosso caso, também aos alimentos e ao corpo, por meio da mudança de sua visão de mundo.

Na oficina para mulheres Papel, caneta e um café, você acessará as mais diferentes crenças, sentimentos, lembranças que tem relação com a sua alimentação e ainda poderá compartilhar, ouvir experiências de outras pessoas, e entender que tá tudo bem ser diferente. Ser você!

Pessoas de diferentes grupos: diabéticos, celíacos, pessoas com transtornos alimentares, comer transtornado, paciente renal, enfim…. tendem a somar muito nestas oficinas, pois todas as experiências são importantes e únicas.

Por que participar da oficina Papel, Caneta e um café?

Pode ser assustador para muitas pessoas adotar um novo comportamento alimentar sabendo que precisará fazer aquilo para o resto da vida. Indivíduos com doenças crônicas podem ressignificar sua condição, flexibilizar, minimizar a pressão, encontrar semelhanças no diferente e ter apoio.

Sobre o “comer sem culpa”

A oficina Papel, Caneta e um Café nasceu porque primeiro, precisamos fazer as pazes com a comida. Segundo, porque cada uma tem suas histórias, memórias e experiências.

É possível! Eu e a Jóyce Bandeira – responsáveis pela oficina – já falamos lá no Insta da Valentinas que não acreditamos que culpa e medo melhoram o comportamento alimentar e muito menos tem a ver com “comer quantidades exageradas ou comidas que desrespeitam o corpo” mas, tem a ver com alegria, satisfação, prazer, compartilhar e gratidão.

Venha conosco!

Beijos, Natalia Rossi!

1 comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *